As fake news – ou simplesmente, notícias falsas, em bom português – não são prejudiciais somente no que diz respeito às eleições. Algumas atingem diretamente a saúde das pessoas: são boatos como os que ocorrem sobre o processo de imunização de crianças e se espalham pelas redes sociais e pelo WhatsApp. Coisas às vezes sem o menor sentido e que se alastram rapidamente. Isso tudo num momento em que o País vê o retorno de doenças como a poliomielite e o sarampo.

Por isso, o vídeo abaixo tem uma mensagem muito importante para transmitir. Assista-o até o fim.

Para combater a boataria, até um número de WhatsApp foi criado pelo ministério para envio de mensagens da população. É um espaço exclusivo para receber informações virais, que serão apuradas pelas áreas técnicas e respondidas oficialmente se procedem (são verdade) ou não (fake news).

Qualquer cidadão pode enviar gratuitamente mensagens com imagens ou textos que tenha recebido nas redes sociais, antes de continuar compartilhando. O número é (61) 99289-4640.

 

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates