“As cores dos títulos dão o tom da respectiva notícia: verde (boa notícia), amarelo (neutra ou de alerta) ou vermelho (preocupante). Clique sobre o título para acessar o conteúdo na íntegra.

Brasil registra menor taxa de transmissão do Sars-CoV-2 desde abril

A taxa de transmissão do novo coronavírus no Brasil caiu de 1 para 0,94, o menor índice desde abril, mostra relatório semana do Imperial College London. O número, também chamado de ritmo de contágio (Rt), reforça a tendência de estabilização da pandemia. Esse patamar abaixo de 1 tinha sido registrado em 16 de agosto, quando a taxa estava em 0,98. Também simbolizado por Rt, o “ritmo de contágio” é um número que traduz o potencial de propagação de um vírus: quando ele é superior a 1, cada infectado transmite a doença para mais de uma pessoa e a doença avança.

Máscaras tradicionais são mais seguras do que proteções de plástico para o rosto

Um estudo da Universidade Flórida Atlântico (EUA) publicado nesta terça-feira, 1/9, revelou que as máscaras tradicionais são mais eficientes do que as face shields (proteção de plástico transparente para todo o rosto). Simulações de espirro e tosse feitas em laboratório revelam que a face shield bloqueia inicialmente a projeção das secreções, mas as gotículas conseguem passar por baixo do visor com relativa facilidade e se espalhar por uma grande área.

Espírito Santo descarta casos de reinfecção no Estado após análise de amostras

Os casos suspeitos de reinfecção pelo coronavírus investigados no Espírito Santo foram descartados. A informação foi repassada pela Secretaria Estadual de Saúde em entrevista coletiva. Ainda que rara, a reinfecção pelo Sars-CoV-2 se tornou uma realidade desde a semana passadas, quando cientistas em Hong Kong anunciaram a confirmação do primeiro caso no mundo. A pesquisa com o resultado dos asiáticos foi aceita para publicação no Clinical Infectious Diseases, da editora da Universidade de Oxford, no Reino Unido.

Paraíso nudista na França tem 30% de turistas contaminados pelo novo coronavírus

O complexo turístico de Cap d’Agde, no sul da França, é um paraíso para nudistas de toda a Europa, mas de destino tradicional de verão, se tornou um problema para o país após um surto de coronavírus que trouxe uma atenção incômoda sobre o estilo de vida alternativo. Autoridades montaram uma operação de teste móvel e descobriram que 30% dos 800 naturistas examinados estavam contaminados. A região abriga boates e parte dos turistas é de praticantes de swing (troca de casais).


O portal Estádio das Coisas apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa  — #SeSairUseMáscara


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates