“As cores dos títulos dão o tom da respectiva notícia: verde (boa notícia), amarelo (neutra ou de alerta) ou vermelho (preocupante). Clique sobre o título para acessar o conteúdo na íntegra.

“Situação emergencial” pode antecipar aplicação da vacina de Oxford, diz coordenadora de testes

A vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela Universidade de Oxford (Reino Unido) e testada no país pela Universidade Federal de São Paulo (Unifesp) pode ser licenciada para uso emergencial ainda este ano caso os dados da atual fase de estudos indiquem sua eficácia. De acordo com a professora Lily Yin Weckx, coordenadora dos estudos da vacina na Unifesp, o contexto da pandemia contribui para a agilidade nas pesquisas.

Mesmo sem anticorpos, sistema imunológico pode derrotar vírus, sugere estudo sueco

Um grupo de cientistas suecos que avaliou a imunidade de pessoas à covid-19 encontrou algumas com células do sistema imune que se “lembravam” do vírus e sabiam atacá-lo. Estranhamente, alguns desses indivíduos não manifestaram sintomas e testaram resultado negativo em exames sorológicos para a doença. Descrito em estudo publicado sexta-feira, 14/8, na revista Cell, o achado reforça uma noção crescente de que a imunidade de tipo celular é crucial na resposta do organismo ao Sars-CoV-2.

China concede a farmacêutica primeira patente de vacina no país

Em um procedimento burocrático, mas importante, o governo da China concedeu a primeira patente de vacina para a covid-19 do país à farmacêutica CanSino, em ato assinado na terça-feira, 11/8, informou o jornal estatal Diário do Povo. Isso significa que a CanSino tem a propriedade sobre a vacina e o direito de vender as doses. De acordo com o resumo da patente, a vacina apresenta boa imunização em testes com camundongos e pode ser produzida rapidamente em grande escala.


O portal Estádio das Coisas apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa    #SeSairUseMáscara


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates