Nesta segunda-feira, 20/7, o portal Estádio das Coisas publicou um artigo assinado pelo jornalista Victor Hugo Viegas Silva e pela doutora em Ecologia Cristiele Valente, levantando questionamento sobre a quantidade disponível de respiradores para os leitos de UTI do município de Aparecida de Goiânia.

Ainda ontem, o Estádio entrou em contato com a assessoria da Prefeitura de Aparecida para obter uma resposta do poder público, que foi enviada ao portal no fim desta manhã. Segue o texto-resposta da Secretaria de Saúde do município, na íntegra:

(continua após a publicidade)

A Secretaria de Saúde de Aparecida de Goiânia esclarece que nesta terça-feira, 21, a cidade conta com 103 leitos de UTI em funcionamento na rede pública, exclusivos para tratamento da covid-19, sendo 80 no Hospital Municipal de Aparecida (Hmap), 13 no Hospital Garavelo e 10 no Hospital São Silvestre. A Secretaria esclarece que nunca divulgou a disponibilidade de leitos de UTI que não tenha ventilador, visto que esse aparelho é fundamental para que um leito hospitalar assim seja classificado.

No município há ainda 60 leitos de enfermaria exclusivos para Covid-19, com saída de oxigênio, em funcionamento no Hmap.

Outros 60 leitos de enfermaria clínica, 20 de UTI clínica, com ventiladores, e 02 de estabilização estão sendo estruturados em um Centro de Internação.

A Secretaria esclarece ainda que o Cadastro Nacional de Estabelecimentos de Saúde (CNES) está sendo atualizado.

De acordo com o boletim epidemiológico da Secretária Municipal de Saúde da segunda-feira, 20/7, Aparecida de Goiânia registrava, total de 7.995 casos confirmados de covid-19. Em relação aos óbitos, há o registro de 108 vítimas no município.

O link para o Painel Covid-19 de Aparecida é http://www.aparecida.go.gov.br/covid-19/.


O portal Estádio das Coisas apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa    #SeSairUseMáscara


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates