Um salto de 197 casos de um dia para o outro. Os dados de confirmações de covid-19 em Goiás divulgados pela Secretaria do Estado de Saúde (SES) nesta quinta-feira, 14/5, causam apreensão de que possa haver uma escalada em espiral da doença.

O Estado começou a semana com 1.100 casos e, em quatro dias, teve incremento de quase 30% nos registros, fato inédito até então. Nas últimas 24 horas, o salto foi de 1.225 para 1.423, ou mais de 16% de aumento.

Por outro lado, o número de óbitos teve acréscimo de 3 mortes a mais do que o boletim anterior, passando de 61 para 64 o total de vidas perdidas. Como o total de casos subiu muito mais, o resultado foi a taxa de letalidade cair meio ponto porcentual, de 5% para 4,5%.

Os três novos óbitos foram registrados para Goiânia, que agora tem 30. A capital registra agora 751 casos.

Mas foi na vizinha Aparecida de Goiânia que os casos subiram de forma abrupta: de 84 para 139 desde o boletim anterior, desta quarta-feira.

A explicação, que vale pelo menos para Aparecida: o município contratou os serviços de um laboratório privado, o que elevou de 15 para 300 o número de testes semanais. A administração considera um aumento “exponencial” na testagem – o que diminui a subnotificação.

No Estado, há ainda 14.084 casos suspeitos em investigação. Outros 4.469 já foram descartados.


O portal Estádio das Coisas apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa    #SeSairUseMáscara


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates