Jennie Stejna tem um espírito feroz. É assim que Shelley Gunn descreve sua avó polonesa, que aos 103 anos, sobreviveu ao novo coronavírus, em reportagem contada pelo jornal USA Today.

Jennie foi a primeira a testar positivo para covid-19 na casa de repouso onde vive. Estava com febre baixa e foi transferida para uma ala separada.

Segundo a neta, ela pareceu não ter compreendido bem o que era a doença, mas sabia que estava muito enferma. Passou a contar sempre com alguém da equipe a seu lado para os cuidados devidos.

Mas a condição da avó piorava e, à medida em que isso ocorria, Shelley pensava que poderia estar chegando a hora de dizer o último adeus. Ela se dirigiu ao asilo e, então, agradeceu a Jennie por tudo o que tinha feito pela família.

E quando o marido de Shelley, Adam Gunn, perguntou a Jennie se estava pronta para ir para o céu, ela respondeu: “Sim, inferno”.

Mas, em 13 de maio, o casal Gunn recebeu boas notícias: a vovó Jennie havia se recuperado.

“Essa nossa velha polonesa nossa derrotou oficialmente o coronavírus”, disse Adam Gunn, com carinho. “Estamos realmente muito agradecidos.”

A equipe da casa de repouso então deu à centenária algo que ela estava morrendo de vontade de ganhar: uma cerveja Bud Light gelada. Beber é algo que ela ama, mas que não fazia havia muito tempo, disse Adam.

A polonesa foi a primeira pessoa residente no lar de idosos a se recuperar. São 33 casos de coronavírus lá, segundo ele.

Jennie Stejna viveu praticamente toda a vida em Massachusetts. Seu marido, Teddy, morreu em 1992, aos 82 anos. Casados em 1938, eles ficaram juntos por 54 anos.

Ela costumava ser uma ávida jogadora de bingo, gostava de ler e de fazer crochê. Até ter artrite. Adam Gunn disse que ainda tem alguns cobertores que Jennie fez. Ela também é uma fã “hardcore” de esportes de Boston.

“Ela costumava sentar do lado de fora e ouvir o Red Sox [time de beisebol da cidade] no rádio”, disse Gunn.

Jennie tem dois filhos, três netos, quatro bisnetos e três tataranetos. Longa vida à senhorinha!

Com informações do USA Today.


O portal Estádio das Coisas apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa   #SeSairUseMáscara


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates