As cores dos títulos dão o tom da respectiva notícia: verde (boa notícia), amarelo (neutra ou de alerta) ou vermelho (preocupante). Clique sobre o título para acessar o conteúdo na íntegra.

A cantora pop Miley Cyrus levou a sério seu papel de ativista e, em sua apresentação no Global Goal, evento que reuniu artistas do primeiro time de todo o mundo para angariar recursos na luta contra o coronavírus, escolheu uma canção com nome bem significativo para o momento: Help!, um clássico dos Beatles. Ela gravou sua versão country da música no Rose Bowl, um estádio para 92 mil pessoas em Los Angeles e que sediou eventos como a final da Copa de 94, vencida pelo Brasil sobre a Itália. No gramado, em tamanho gigante, as letras H, E, L, P e o ponto de exclamação – onde se posicionou a popstar.

Estudo mostra que carga viral de pacientes com covid-19 diminui de um mês para outro

Um pequeno estudo de pesquisadores da Itália mostrou que pacientes com covid-19 que foram examinados para detecção do novo coronavírus em um hospital em maio tinham menos partículas do vírus do que aqueles que haviam sido examinados um mês antes. Os pesquisadores levantaram algumas hipóteses para a “carga viral” menor, entre elas que as medidas de isolamento podem ter diminuído a exposição dos pacientes ao vírus, mas o estudo não forneceu indícios para explicar a conclusão.

Empresa chinesa diz que teste de vacina contra o coronavírus mostrou eficácia de 100%

O grupo farmacêutico chinês China National Biotec Group (CNBG) informou que uma vacina contra o novo coronavírus em desenvolvimento pela empresa se mostrou capaz de imunizar 100% das pessoas que receberam as doses. Participaram da etapa 1.120 indivíduos e todos produziram anticorpos contra o vírus causador da covid-19, disseram os responsáveis pelo trabalho. “Com referência a produtos similares no passado, combinados com dados humanos existentes, sugere-se inicialmente que a nova vacina desenvolvida seja segura e eficaz.” O texto foi publicado pela numa rede social chinesa.

Veja onde os casos de covid-19 estão avançado e onde estão em decréscimo pelo mundo

Em meio à marca de 10 milhões de casos confirmados de covid-19 ao redor do mundo, a Organização Mundial da Saúde (OMS) fez um alerta sobre uma nova fase perigosa da crise de saúde pública. Enquanto muitos países da Europa Ocidental e da Ásia conseguiram manter o vírus sob certo controle, outras regiões do mundo estão vendo agora a doença se espalhar a uma velocidade acelerada. A título de comparação, foram três meses para o mundo atingir a primeira marca de 1 milhão de infectados e oito dias para passar de 9 milhões para 10 milhões de casos.

Quais riscos correm os hipertensos que forem contaminados? Infectologista explica

Confinamento é “maior experimento psicológico” da história da humanidade, diz especialista

Disparada de casos de covid em redutos republicanos, o novo obstáculo à reeleição de Trump

Os Estados Unidos vivem um ressurgimento dos casos de coronavírus, na contramão da expectativa de que a curva seguisse tendência de baixa, após o pico em abril. A situação é tão grave que em 25 de junho o país atingiu novo recorde de casos de covid-19 em 24 horas, com número superior aos dos dias de covas coletivas em Nova York. A quatro meses da tentativa de reeleição de Trump, o ressurgimento de casos se concentra em 12 estados, 10 deles governados por republicanos e cujo eleitorado em 2016 votou para eleger Donald Trump.


O portal Estádio das Coisas apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa    #SeSairUseMáscara


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates