* As cores dos títulos dão o tom da respectiva notícia: verde (boa notícia), amarelo (neutra ou de alerta) ou vermelho (preocupante)

OMS estende a mão para a ajudar Brasil na luta contra a covid-19

O diretor-geral da Organização Mundial da Saúde (OMS), Tedros Adhanom Ghebreyesus, afirmou nesta quarta-feira, 6, que a entidade “vai dar qualquer apoio que o País precisar” na luta contra a pandemia do novo coronavírus. O diretor do programa de emergências da entidade, Michael Ryan, questionado sobre a situação de Manaus, respondeu que a OMS já trabalhou com governos subnacionais (estaduais). “Estamos dispostos a fornecer apoio técnico a qualquer Estado se os governos solicitarem”.

Giovanni Rezza, diretor do departamento de doenças infecciosas do Instituto Superior da Saúde da Itália, afirmou que o estudo com os anticorpos presentes no sangue dos pacientes curados da covid-19 está tendo “resultados promissores” em alguns hospitais do país, com o plasma sanguíneo sendo implantados em doentes. A técnica, porém, não é  simples, acrescentou: é preciso encontrar doadores que superaram a doença e ainda sejam convalescentes, de modo que possuam muitos anticorpos.

Câmara aprova em 2º turno texto-base do “orçamento de guerra” contra o coronavírus

A Câmara dos Deputados aprovou nesta quarta-feira, 6/5, em segundo turno, o texto-base da proposta de emenda à Constituição (PEC) do chamado “orçamento de guerra”, que separa do orçamento federal os recursos destinados ao enfrentamento da covid-19. O texto recebeu 477 votos a favor e 1 contra e, após a votação dos destaques, será promulgado pelo Congresso.

Caixa promete mais eficiência no pagamento da 2ª parcela do auxílio emergencial

Em coletiva de imprensa nesta quarta-feira 6/5, o presidente da Caixa Econômica Federal prometeu “muito mais” eficiência no pagamento do segundo lote dos 600 reais de auxílio emergencial para a pandemia do coronavírus. “Já temos a base das pessoas que receberão [os pagamentos]. Uma parte relevante do que a gente estava pagando eram pessoas que a gente ia montando dentro da base de dados. E, para não esperar um mês para começar a pagar, fomos pagando as pessoas sendo analisadas”, afirmou Pedro Guimarães.

No Brasil, desigualdade social é mais fator de risco do que idade, diz estudo

Ao contrário de países europeus, em que o fator de risco de morte para a covid-19 era a idade, no Brasil, de acordo com dados da ONG Rede Nossa São Paulo, esse fator é o endereço. Brasilândia, na zona norte da capital paulista, tem o maior número de mortos pelo novo coronavírus na cidade. São 67, segundo levantamento divulgado pela prefeitura. O número é quase dez vezes maior do que a quantidade de óbitos no Morumbi (7), bairro nobre na zona sul, que é o que tem mais casos registrados: 332.

Subnotificação faz com que casos e mortes registrados sejam só ‘ponta do iceberg’

Especialistas apontam a subnotificação de casos e mortes como um dos principais desafios no enfrentamento à pandemia do novo coronavírus no Brasil e afirmam: o número de casos oficiais revela apenas a “ponta do iceberg”. A transparência na confirmação de mortos e infectados pelo vírus é a principal ferramenta para reverter esse cenário e permitir maior clareza na definição de políticas públicas, avaliaram os convidados de debate promovido pelo portal UOL.


O portal Estádio das Coisas apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa    #SeSairUseMáscara


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates