A aeronave tinha acabado de decolar de Durango, no norte do país, e levava 103 pessoas. Apenas duas se encontram em estado grave, dizem as autoridades

Um avião pertencente à companhia mexicana Aeromexico, fabricado pela Embraer, modelo 190, caiu cinco minutos após decolar da cidade de Durango, no norte do país.

O que poderia ser uma grande tragédia, ao contrário, se tornou um bem-vindo milagre. É o que se pode afirmar ao perceber as imagens do aparelho (veja no vídeo abaixo os bombeiros resfriando os destroços para afastar o risco de explosão) e ser informado de que todas as 103 pessoas a bordo – 99 passageiros e 4 tripulantes – saíram do acidente com vida.

Um avião caiu no Aeroporto de Durango, no México, nesta terça-feira (31), por volta das 15h09 da hora local (18h09 de Brasília). A aeronave é da companhia Aeroméxico e tinha como destino a Cidade do México, capital do país (voo AM 2431). A aeronave, modelo Embraer fabricado no Brasil, tem capacidade para 100 passageiros e caiu cinco minutos depois de decolar.

Posted by Marcos Borges China on Tuesday, July 31, 2018

Apenas duas delas foram internadas em estado grave: o piloto e um passageiro. Ambos se encontravam, no entanto, em condições estáveis no fim da noite desta terça-feira, de acordo com boletins médicos.

A queda do avião teria sido motivada por uma forte rajada de vento, que deslocou abruptamente o aparelho e fez soltar dois motores após a decolagem do voo AM2431, partindo do Aeroporto Guadalupe Victoria, de onde seguiria para a capital, a Cidade do México. O socorro chegou 15 minutos depois.

Um caso assim, dessa envergadura e sem óbito, é relativamente raro na aviação civil. Por isso, quando a notícia é boa devemos saudá-la, divulgá-la e compartilhá-la. Que não aconteçam esses acidentes, mas, se acontecerem, que tenham um final assim!

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates