“As cores dos títulos dão o tom da respectiva notícia: verde (boa notícia), amarelo (neutra ou de alerta) ou vermelho (preocupante). Clique sobre o título para acessar o conteúdo na íntegra.

Literatura como hobby pode ser uma forma positiva de lidar com o isolamento

“A literatura é uma vacina contra o medo. Quando organizamos a dor, ela diminui. E o desafio agora é ser otimista.” A declaração é do escritor e poeta Fabrício Carpinejar, em uma entrevista concedida à emissora CNN e que merece ser conferida para quem quer entender melhor os tempos atuais e como lidar de uma forma mais amena com tudo. Carpinejar também comentou a mudança do sentimento das pessoas em relação às suas próprias casas, relações amorosas e familiares.

Pesquisa confirma que crianças e adolescentes correm risco menor de sintomas graves de covid

Uma pesquisa publicada na revista científica British Medical Journal concluiu que crianças e adolescentes têm menos risco de desenvolver sintomas graves de covid-19. O estudo analisou dados de 651 pacientes de 0 a 19 anos internados em 138 hospitais britânicos de janeiro a julho; 116 (18%) precisaram de terapia intensiva. Segundo os autores, ter menos de um mês de idade, obesidade e a pele negra são fatores que aumentaram o risco. Seis, ou seja, 1% das crianças e dos adolescentes internados, morreram no hospital. Todas tinham outros problemas sérios de saúde.

China já aplica desde julho, em grupos de risco, vacina testada no Brasil

A Coronavac – vacina contra o novo coronavírus desenvolvida pela farmacêutica chinesa Sinovac Biotech e testada no Brasil pelo Instituto Butantan – é usada desde julho para uso emergencial na China como parte de um programa para vacinar grupos de alto risco, como equipes médicas, segundo declarou uma fonte do governo para a agência Reuters. Oficialmente, a China deu poucos detalhes sobre quais vacinas foram dadas a pessoas de alto risco no programa de uso de emergência.

Com volta ao trabalho e alta taxa de transmissão, reuniões presenciais devem ser repensadas

À medida que o tempo passa e com as regras de flexibilização nos Estados brasileiros, as pessoas tentam retomar o trabalho e  o convívio com os amigos. Mas, de acordo com o último relatório divulgado pelo Imperial College London, a taxa de transmissão do novo coronavírus no Brasil voltou a subir para 1. De acordo com o pediatra infectologista Marcelo Otsuka, a taxa significa que uma pessoa pode transmitir o vírus para, pelo menos, mais uma pessoa, mesmo que em reuniões com pouca gente.


O portal Estádio das Coisas apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa  — #SeSairUseMáscara


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates