Neste retorno à Série A, o Goiás já proporcionou uma roleta russa de emoções para seu torcedor.

Foram vários momentos, muita instabilidade, idas e vindas no ânimo do torcedor.

Nesse brinquedinho em que sobe e desce chamado Campeonato Brasileiro, o Goiás esteve sempre na faixa intermediária, sem nunca ficar entre os quatro primeiros nem na “zona da confusão” por nenhuma rodada.

E agora, a quatro rodadas do fim, depois do jogo de sete gols – felizmente com mais para o lado verde – frente ao Bahia, eis que surge a chance, pequena mas não desprezível, de buscar uma vaga na fase preliminar da Copa Libertadores.

Com 46 pontos e já livre de vez do pesadelo do rebaixamento, o Verdão tem como rivais na disputa o Corinthians (50 pontos) e o Inter (51). Para pensar mais alto do que Copa Sul-Americana, a batalha decisiva tem dia e hora e é agora: confronto direto contra o Colorado no Beira-Rio, na quarta-feira, às 19h30.

Ganhando a partida, fica bem mais factível, embora ainda complicado buscar a vaga. Mas os adversários, por incrível que pareça, passam a ser um fator positivo.

Vejamos o porquê: a seguir vem o Fortaleza, no Serra, onde o Goiás tem se mostrado forte (jogo contra o Santos à parte); depois Palmeiras (fora) e Grêmio (em casa), que já estarão com situação praticamente definida no G4, com classificação direta para a fase de grupos da principal competição continental.

Por uma feliz (para nós) coincidência, os adversários são também arquirrivais dos concorrentes diretos do Esmeraldino à vaga.

Não quer dizer que Palmeiras e Grêmio “entregariam” o jogo para que o Goiás fosse à Libertadores no lugar de Corinthians e Inter, mas, mesmo com comportamento profissional, não jogarão a vida nessas partidas.

Se a chance existe, não há por que não lutar por ela. Tudo começa com um belo jogo em Porto Alegre.

LINCOLNEANAS

Goiás x Aliança 1 jogo - E aí, dá mesmo para pensar em Libertadores?
Aliança e Goiás/Universo definirão quem será campeão goiano | Pedro Hara/Esporte Goiano

 * * * * *  Esta segunda-feira é uma data importante para o Verdão: o Goiás/Universo tem tudo para se sagrar campeão goiano feminino de futebol sobre o Aliança, na finalíssima. O jogo será disputado no Estádio Olímpico, a partir das 20 horas, com entrada “quase franca” (pelo valor de 1 quilo de alimento não perecível).

 * * * * *  No jogo de ida, no CT Coimbra Bueno, o Goiás venceu por 3 a 0, com gols de Nayne, Letícia e Jhulian. O trio de arbitragem para a partida é uma atração à parte: o árbitro será Wilton Sampaio, assistido por Fabrício Vilarinho e Bruno Pires, todos do quadro Fifa.

 * * * * *  A partida da tarde de domingo teve muito daquela noite de segunda-feira de 1999. O adversário, a chuva, o placar… Felizmente, faltou o quarto gol do Bahia. Infelizmente, não teve bicicleta – embora tivesse Fernandão em campo, do outro lado.

 * * * * *  Destaques do 4 a 3? Leandro Barcia, fundamental nos dois primeiros gols; e Gilberto, que fez sua parte à frente da zaga e ainda marcou de cabeça numa cobrança de falta.


COMENTÁRIOS




Elder Dias
Jornalista, servidor federal, ambientalista e esmeraldino por natureza. Buscando sempre aliar paciência de Jó com perseverança de Cafu.