As cores dos títulos dão o tom da respectiva notícia: verde (boa notícia), amarelo (neutra ou de alerta) ou vermelho (preocupante). Clique sobre o título para acessar o conteúdo na íntegra.

Plasma de curados do coronavírus reduz mortes de pacientes internados com a doença, diz pesquisa nos EUA

O tratamento com sangue convalescente, uma terapia do século 19, está sendo testada para enfrentar a pandemia da covid-19. E, pelo visto em uma pesquisa do Hospital Monte Sinai, em Nova York, com sucesso. Em 78 pacientes divididos em dois grupos (um de controle), os que receberam plasma de pacientes curados do novo coronavírus tiveram sobrevida maior e apresentaram melhora na oxigenação comparados a um grupo de hospitalizados não submetidos ao tratamento. É a primeira vez que, na pandemia atual, foi usado um grupo de controle para avaliar a terapia.

A imensa maioria dos pacientes com sintomas leves da covid-19 desenvolve anticorpos que podem imunizá-los por pelo menos 40 dias contra a doença, de acordo com um estudo co-conduzido pelo Instituto Pasteur da França, com 160 pacientes em Estrasburgo. Outro teste determinou que 98% dos pacientes haviam desenvolvido “anticorpos neutralizantes” 28 dias depois. O objetivo agora é avaliar a duração dos anticorpos e sua capacidade de neutralizar o vírus.

Número de vacinas que iniciam testes em humanos já chega a 10 em todo o mundo

A empresa de biotecnologia Novavax, do Estado de Maryland (EUA), anunciou planos para iniciar a inscrição de aproximadamente 130 pessoas para um ensaio com uma nova vacina experimental contra a covid-19, esperando obter resultados preliminares de segurança e eficácia em julho. É a 10ª companhia do mundo a iniciar em humanos testes de possíveis vacinas contra a doença. Até nesta terça-feira, o primeiro voluntário deve ser vacinado na Austrália, onde a fase inicial está sendo realizada em dois locais.

Presidente da Fiocruz defende “pacto em defesa da vida” para vencer luta contra o vírus

A presidente da Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), Nísia Trindade, defendeu que o país faça um “pacto em defesa da vida” e fortaleça a capacidade de testes contra o novo coronavírus. Em evento por meio de videoconferência para celebrar os 120 anos da instituição, nesta segunda-feira, 15/5, Nísia relembrou que o Brasil é um país continental, com grandes diferenças regionais e que o momento é de união. Ela pediu um minuto de silêncio pelas pessoas que faleceram pela covid-19 e disse ainda que a Fiocruz está se dedicando a desenvolver e produzir uma vacina.

Isolamento social a partir de 60% faria São Paulo controlar pandemia em até 7 semanas

A elevação do índice de isolamento social a um patamar superior a 60% permitiria que a doença fosse controlada em São Paulo em até sete semanas. O dado veio do coordenador do Centro de Contingência para a doença na capital paulista, Dimas Covas. No feriadão que durou de quarta-feira até esta segunda-feira, 25/5, o registro de isolamento foi superior a 50% na cidade. Mas, nessa casa decimal, segundo Covas, a epidemia só teria uma inflexão em setembro, chegando com casos até outubro.

Brasil tem 7 vezes mais contaminados por covid-19 do que o oficialmente divulgado, aponta pesquisa

Os casos de coronavírus no Brasil já devem ser contados aos milhões, não aos milhares. A preocupante constatação é da primeira etapa nacional da pesquisa coordenada pela Universidade Federal de Pelotas (UFPel). Isso quer dizer que, em um grupo de sete pessoas com o coronavírus, apenas uma sabe que está infectada – ou seja, hoje haveria mais de 2,5 milhões de contaminados na população. O levantamento foi realizado durante uma semana, entre 14 e 21 de maio, em municípios de todos os Estados do País, para testar a presença da doença na população.


O portal Estádio das Coisas apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa    #SeSairUseMáscara


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates