A derrota para o Boa Esporte foi claramente um anticlímax. Depois de duas vitórias extremamente convincentes, contra Fortaleza e Guarani, o Goiás conseguiu a façanha de perder para o lanterna. Provavelmente, será o único da competição a dar seis pontos para o time de Varginha (MG) até o fim da Série B.

As duas derrotas anteriores – para Brasil de Pelotas (RS) e Vila Nova – também serviram para recuperar adversários em má situação na tabela, um lá embaixo e o outro a ponto de perder suas chances de acesso.

Giovanni e Tiago Luís 424x300 - Contra o Atlético, é hora de usufruir o lado bom da síndrome de Robin Hood
Giovanni, que disputa bola com Tiago Luís em treinamento, tem retorno garantido ao time contra o Atlético | Rosiron Rodrigues / Goiás EC

Contra a turma de cima, a história tem sido outra: além dos já citados, também CSA, Figueirense e Avaí foram atropelados pelo Verdão. Então, não fica ruim batizar: Goiás, o Robin Hood do Cerrado – referência ao herói lendário da Inglaterra que tirava dos ricos para repassar aos pobres.

Vejo, porém, um pouco além disso: é que sinto a equipe de Ney Franco com uma motivação maior para encarar desafios também maiores.

E por isso o jogo com o Atlético hoje, às 19 horas, no Estádio Olímpico, se torna ainda muito mais interessante. Os últimos resultados puseram o Goiás fora do G-4 momentaneamente, mas deixaram também a possibilidade de ficar a dois pontos da liderança ao fim da rodada – os dois primeiros colocados já jogaram e perderam.

Com o time completo, ao contrário do que houve ocorreu em Varginha, a expectativa por parte do torcedor esmeraldino é de reviver os recentes e memoráveis jogos contra o CSA e o Fortaleza.

Tendo Giovanni, Lucão e Rafinha de volta, será um outro Goiás em campo. E, apesar dos 100% de aproveitamento nos jogos realizados no recém-reinaugurado Antônio Accioly, fora de lá o ACG não está se dando muito bem.

Por outro lado, o Olímpico se tornou mais do que nunca a casa alviverde nesta Série B. E não faz mal lembrar: foi lá, com mando de campo do adversário, a primeira vitória do Verdão nesta Série B. Não custa nada repetir a dose logo mais.

LINCOLNEANAS

 * * * * *  O Goiás já entrará em campo sabendo do resultado de Criciúma x Avaí. O time de Florianópolis está empatado em pontos (42). Vale a pena ligar o secador.

 * * * * *  A expectativa é de público recorde para o Estádio Olímpico. O problema é que, por conta da venda antecipada, boa parte dos ingressos caem nas mãos de cambistas. Contra o Fortaleza, o preço médio no câmbio paralelo era de 50 reais. Um assalto que precisa ser coibido.

RECOMENDAMOS



COMENTÁRIOS




Elder Dias
Jornalista, servidor federal, ambientalista e esmeraldino por natureza. Buscando sempre aliar paciência de Jó com perseverança de Cafu.