“As cores dos títulos dão o tom da respectiva notícia: verde (boa notícia), amarelo (neutra ou de alerta) ou vermelho (preocupante). Clique sobre o título para acessar o conteúdo na íntegra.

Como as capitais brasileiras mais afetadas pela covid conseguiram reduzir contágio

Enquanto o Brasil apresenta um mapa trágico de mais de mil mortes diárias por coronavírus há quase um mês, as cidades do País onde a pandemia chegou antes enfrentam um momento de espera. A revista Época buscou um diagnóstico mais aprofundado, analisando a curva das mortes desde o início da pandemia nos municípios brasileiros com o maior número total de vítimas, mas que já enfrentaram sua semana mais letal há pelo menos um mês. Veja os resultados da investigação clicando no título desta chamada.

Fechamento por antecipação de escolas nos EUA pode ter salvado 40 mil vidas 

Pesquisadores dos Estados Unidos estimaram que a suspensão das aulas presenciais salvou a vida de mais de 40 mil norte-americanos durante a pandemia. Em artigo publicado pela revista JAMA, eles estimaram que a medida também evitou mais de 1 milhão de novas infecções. “O fechamento das escolas pode estar associado a aproximadamente 1,37 milhões de casos de covid-19 a menos em um período de 26 dias. Ele também pode se relacionar a menos 40,6 mil mortes em 16 dias”, escreveram os cientistas.

O que a única doença erradicada da história pode ensinar à humanidade na crise do coronavírus?

Foi uma das doenças mais temidas do mundo e estima-se que, somente no século 20, tenha causado cerca de 300 milhões de mortes. A varíola, uma infecção altamente contagiosa, era fatal em até 30% dos casos e quem sobrevivia ficava com cicatrizes horríveis. Após 3 mil anos circulando pelo mundo, a varíola foi oficialmente declarada erradicada em 1980. Como essa erradicação se materializou? E por que nunca mais foi possível alcançar outro marco semelhante na saúde pública global? Entenda clicando no título desta chamada.

Cães e gatos se infectam com coronavírus tanto quando seres humanos, revela estudo na Itália

Uma pesquisa realizada no norte da Itália, pela Universidade de Bari, revela: animais de estimação como gatos e cães estão propensos a serem infectados com o novo coronavírus tanto quanto os serem humanos. É o maior estudo sobre pets em relação ao vírus Sars-CoV-2 até agora. Pesquisador da Universidade de Bari, Nicola Decaro, juntamente com seus colegas coletou amostras de swab nasal e retal em 540 cães e 277 gatos da região entre março e maio. A doença, porém, não parece atingir severamente os animais.

Três explicações para o aumento de casos de infecção no Brasil

Dados do Laboratório de Inteligência em Saúde (LIS) da Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (USP), em Ribeirão Preto, compilados a partir de estatísticas do Ministério da Saúde e baseados na média dos sete dias imediatamente anteriores, revelam que o número de casos confirmados de covid-19 está em trajetória ascendente — e “deve continuar assim”, diz Domingos Alves, coordenador do LIS. Entenda por que existe essa tendência.

México supera Reino Unido; Américas já têm as três primeiras colocações no ranking de óbitos

O México se tornou o terceiro país do mundo em número de óbitos por covid-19, ao alcançar a marca de 46 mil vítimas fatais. Com este registro, o país, de 128,8 milhões de habitantes, superou o Reino Unido, que até esta quinta contava 45.999, uma morte a menos que entre os mexicanos. Os EUA lideram as estatísticas, com mais de 150 mil mortes, e o Brasil vem atrás, com mais de 91 mil.


O portal Estádio das Coisas apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa    #SeSairUseMáscara


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates