As cores dos títulos dão o tom da respectiva notícia: verde (boa notícia), amarelo (neutra ou de alerta) ou vermelho (preocupante). Clique sobre o título para acessar o conteúdo na íntegra.

Após 84 dias de fechamento por conta da pandemia do novo coronavírus, o Parque Arqueológico do Coliseu, em Roma, foi reaberto ao público nesta segunda-feira 1/6. “Reabre o Coliseu, local do coração e da alma, um símbolo para a cultura, para a Itália e para o mundo. Queremos que esse seja um sinal de esperança, paz e renascimento”, afirmou a diretora do Parque, Alfonsina Russo. Cerca de 300 pessoas reservaram ingressos online, muito longe das 20 mil que costumam lotar diariamente o Anfiteatro Flaviano (da dinastia Flaviana), de quase 2 mil anos de antiguidade.

Novo coronavírus está perdendo potência e se tornando menos letal, afirmam médicos italianos

O médico italiano Alberto Zangrillo, chefe do Hospital San Raffaele, em Milão, afirma que o novo coronavírus perdeu potência e ficou menos letal. “Na verdade, o vírus clinicamente não existe mais na Itália”, afirmou Zangrillo. “As amostras que analisamos nos últimos dez dias mostram que a carga viral em termos quantitativos é absolutamente ínfima comparada à que tínhamos um ou dois meses atrás.” Matteo Bassetti, chefe de doenças infecciosas no Hospital San Martino, na Itália, também acredita que o novo coronavírus perdeu tração.

Após auge da pandemia, Áustria dá sinal verde para a primeira corrida de F-1 do ano

Prejudicada pela pandemia, a temporada de Fórmula 1 ainda não se iniciou. Mas a data para a estreia no ano está marcada: será com o Grande Prêmio da Áustria, dia 5/7. A corrida, em Spielberg, será a primeira de uma rodada dupla da F-1, com a segunda sendo realizado no fim de semana seguinte. O ministro da Saúde austríaco, Rudolf Anschober, disse que as duas corridas foram aprovadas depois que os organizadores da Fórmula 1 “apresentaram um plano de segurança profissional e abrangente” para impedir a propagação da covid-19.

Médico explica riscos em deixar de procurar hospitais por medo de se expor a contágio

Fique em casa, mas vá ao médico se estiver passando mal. É que a pandemia lotou leitos de hospitais destinados a seus doentes, mas a procura por atendimento para demais as doenças caiu bruscamente. Isso preocupa, porque as pessoas deixaram de buscar prontos-socorros para emergência. O cardiologista Mauricio Wajngarten entende que as pessoas temem ir ao hospital, e os dados mostram que há algo errado: houve uma queda de 40% a 50% no número de pacientes que estão infartando ou com derrame, disse. Veja entrevista clicando no link do título da chamada.

Organização da Oktoberfest transfere o evento para novembro e estuda formato por saúde dos visitantes

A Oktoberfest de Blumenau (SC) foi adiada para novembro por causa da pandemia do novo coronavírus. A festa, que estava marcada para acontecer entre 7 e 25 de outubro, foi remarcada para 11 a 29 de novembro. No entanto, será feita nova avaliação até o fim de agosto, podendo, se necessário for, cancelar a maior festa alemã das Américas. A organização do evento reiterou que está estudando todas as possibilidades e formatos, sempre priorizando a saúde dos visitantes.

Sem isolamento e com aumento de casos, Brasil ainda não avista o pico de transmissão, diz OMS 

O diretor de Emergências da Organização Mundial de Saúde (OMS), Michael Ryan, destacou nesta segunda-feira, 1/6, que o Brasil foi um dos países com o maior aumento do número de casos de covid-19 nas últimas 24 horas. Além disso, afirmou que o país está entre aqueles que não chegaram ao pico da transmissão. Ryan também afirmou que a situação da pandemia na América do Sul está “longe de ser estável”, com países em condições diferentes no enfrentamento e no resultado.


O portal Estádio das Coisas apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa    #SeSairUseMáscara


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates