“As cores dos títulos dão o tom da respectiva notícia: verde (boa notícia), amarelo (neutra ou de alerta) ou vermelho (preocupante). Clique sobre o título para acessar o conteúdo na íntegra.

Uso de máscara pode reduzir transmissão em 40%, revela estudo na Alemanha

Em meio a um novo surto de casos de coronavírus — em poucos dias, no final de junho, foram registradas mais de 1,5 mil infecções — a Alemanha trouxe mais uma prova de que o uso de máscaras pode ser decisivo para o combate à covid-19. Um novo estudo publicado no portal VoxEU, especializado em políticas públicas, destaca que Jena, uma cidade do país a 220 quilômetros de Berlim, reduziu em até 40% a sua taxa de crescimento de casos de Covid-19 ao tornar obrigatório o uso de máscaras três semanas antes de a medida se estender a todos os alemães.

O exame de laboratório para detecção de covid-19 foi incluído pela Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS) no rol de procedimentos obrigatórios de cobertura pelos planos de saúde em março, logo no início da pandemia. Na semana passada, a agência incluiu também o teste sorológico, que identifica os anticorpos do vírus. Segundo a resolução normativa da ANS, o teste deve ser feito quando houver indicação médica, e a cobertura vale para clientes de planos de saúde com segmentação ambulatorial, hospitalar ou referência.

Grupo da UFG leva alimentos, máscaras e álcool em gel a aldeia onde morava aluno vítima da covid

Em uma iniciativa de professores e alunos da Faculdade de Educação (FE/UFG), especialmente do estudante Jack Zimmermann, a Universidade Federal de Goiás vai auxiliar a população indígena Xavante da região da aldeia de Nossa Senhora do Guadalupe, próximo a cidade de Barra do Garças (MT). Os indígenas precisam de álcool em gel, máscaras e alimentos. Essa é a aldeia em que morava o aluno da UFG vítima da covid-19, Hilário Ab Reta Awe Predzawe, de 43 anos, que cursava 5º período do curso de Pedagogia. Na mesma aldeia moram vários outros estudantes da UFG.

Depois de pressão de cientistas, OMS reconhece “evidências emergentes” de risco de contágio pelo ar

A Organização Mundial da Saúde (OMS) reconheceu nesta terça-feira, 7/7. que há “evidências emergentes” de transmissão pelo ar do novo coronavírus, depois que um grupo de cientistas cobrou o organismo global a atualizar suas orientações sobre como a doença respiratória se espalha. Em uma entrevista em Genebra, a especialista da OMS Benedetta Allegranzi disse que a organização acredita que a transmissão aérea “é uma possibilidade entre os modos de transmissão” do novo vírus.

Os empresários de SP que decidiram continuar com restaurantes fechados por temer prejuízo maior

Um grupo de donos de bares e restaurantes de São Paulo decidiu manter as portas dos estabelecimentos fechadas mesmo com a autorização do governo do Estado para a reabertura. Entre os motivos alegados, estão a falta de segurança para funcionários e clientes, expectativa de baixo movimento e receio de falência. Empresários que atendem hoje só por delivery dizem temer que a reabertura dos restaurantes signifique um prejuízo financeiro ainda maior — e até a falência diante do aumento de gastos sem retorno no faturamento.

Negacionismo de Bolsonaro faz seu teste positivo de coronavírus ganhar repercussão internacional

Cientista mostra como 3 episódios distintos de aglomeração geraram supercontaminação nos EUA

Classificadas por cientistas como “superpropagadoras” (tradução livre do termo superspreader, em inglês), aglomerações em aniversários, bares ou até em reuniões de corais podem dar origem a grandes ondas de infecções por covid-19. Mas como, na prática, esses eventos podem ser o estopim para dezenas de casos? A BBC pediu a avaliação do médico Abraar Karan, pesquisador em saúde pública da Escola de Medicina de Harvard, sobre três episódios distintos que aconteceram desde a eclosão da pandemia nos EUA.


O portal Estádio das Coisas apoia as medidas
de isolamento social para conter o avanço do novo coronavírus.
#FiqueEmCasa    #SeSairUseMáscara


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates