* As cores dos títulos dão o tom da respectiva notícia: verde (boa notícia), laranja (neutra ou de alerta) ou vermelha (preocupante). 

China pode ter descoberto dois medicamentos específicos para tratar a covid-19

Estudo da Academia Chinesa das Ciências descobriu dois medicamentos específicos para uso contra o novo coronavírus e que impedem que o Sars-CoV-2 se multiplique dentro do corpo humano. A pesquisa, publicada na revista especializada Science, foi coordenada por Wenhao Dai e conseguiu projetar as moléculas para bloquear a enzima protease, o “motor” que permite que o vírus consiga se multiplicar. Em ratos, os possíveis medicamentos demonstraram baixa toxicidade.

Em entrevista, médica explica como o transplante de plasma de curados por covid-19 pode salvar vidas

O tratamento com plasma convalescente do novo coronavírus pode evitar que pacientes em estado grave precisem de terapia intensiva. É o que diz a chefe do departamento de doenças infecciosas e tropicais do Hospital Saint-Antoine, em Paris, Karine Lacombe, que pilota um estudo sobre a transfusão de plasma de pacientes curados da covid-19 em outros doentes internados com coronavírus. Veja a íntegra da entrevista clicando no título desta chamada.

1 em cada 5 pessoas na cidade de Nova York já parece ter imunidade contra o novo coronavírus

De acordo com testes aplicados, o índice presumido de pessoas que já apresentam imunidade contra o Sars-CoV-2 na cidade de Nova York é de 21%. Ou seja, 1,7 milhão de habitantes já tiveram contato com o vírus. No Estado de Nova York como um todo, a estimativa é de que mais de 2,6 milhões já tenham contraído a Covid-19 — número superior ao do total de casos confirmados no mundo inteiro.

Exames de sangue na Lombardia vão indicar como será a reabertura das atividades na Itália

A Lombardia, no norte da Itália, talvez seja a região mais castigada pela covid-19 no mundo. Para ter mais dados no controle da pandemia e suprimir o confinamento (que vigora desde 9 de março), o país começou por lá a aplicação de exames de sangue com um novo teste para estabelecer os anticorpos ao coronavírus. A análise sorológica indica se uma pessoa foi infectada com o coronavírus e se desenvolveu imunidade contra a infecção. A Lombardia concentra mais da metade das mortes pela doença em toda a Itália.

Conselho de Medicina informa Bolsonaro que não recomenda cloroquina, mas libera receita em 3 casos

Diretores do Conselho Federal de Medicina (CFM) tiveram reunião no Palácio do Planalto com o presidente Jair Bolsonaro e lhe disseram não recomendar o uso da hidroxicloroquina para pacientes em tratamento de covid-19. O órgão afirmou, no entanto, que decidiu liberar os médicos a receitarem o remédio em três casos específicos. Para o CFM, não haver “evidência científica forte” da eficácia da cloroquina no tratamento de novo coronavírus.

Até que tenha vacina, sociedade terá de se adaptar ao “novo normal” para conviver com vírus, diz OMS

Técnicos da Organização Mundial da Saúde (OMS) e mesmo de certos governos começam a trabalhar com a ideia de que o mundo terá de aprender a conviver com o coronavírus – pelo menos até que uma vacina chegue ao mercado, o que só deve ocorrer a partir de meados de 2021. A previsão é de que isso ocorra em um ano. Nesta semana, um sinal disso foi revelado por Michael Ryan, diretor de operações da agência, que defendeu um “novo normal na sociedade até termos soluções mais permanentes”.

No mesmo dia, Brasil tem recordes de mortes e de casos confirmados; infectados chegam a 50 mil

Em novos recordes de casos e mortes, o Brasil teve nesta quinta-feira, 23/4, 3.735 confirmações e 402 vítimas anunciadas. Com isso, sobe para 49.492 o total de casos e 3.313 o de mortes confirmadas. Em sua primeira entrevista coletiva após assumir o cargo de ministro da Saúde, Nelson Teich disse não ter como ainda saber se esse recorde de mortes em um dia “representa um esforço de fechar os diagnósticos ou uma linha de tendência de aumento”.


COMENTÁRIOS




Estádio das Coisas
A arena para todos os debates