A humanidade só existe porque existe a mãe.

Nascemos todos do ventre de uma mulher e seríamos aqui jogados no mundo, não fôssemos sobretudo por ela acolhidos.

No fundo, mãe é isto apenas: acolhida.

Apenas isso, e esse apenas é tudo.

No meio da intempérie que agora atravessamos, somos salvos por teu colo, real ou imaginário, mãe.

E tua voz dizendo, dentro da alma de todos os filhos e filhas: “calma, vai passar”.

No teu colo, acolhido, sempre passa, e passo bem.


COMENTÁRIOS




Elder Dias
Jornalista, servidor federal, ambientalista e esmeraldino por natureza. Buscando sempre aliar paciência de Jó com perseverança de Cafu.